Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Saiba como os brasileiros autoavaliam a saúde bucal

Saiba como os brasileiros autoavaliam a saúde bucal

Fevereiro 2022
Salvar aos favoritos Compartilhar

Garantir acesso a serviços odontológicos de qualidade e conscientizar sobre a importância da saúde bucal são pontos fundamentais para o bem-estar da população. E como será que os brasileiros autoavaliam a saúde de gengivas e dentes? Para responder a essa pergunta, o IESS debate o tema no Texto para Discussão nº 86: “Assistência Odontológica segundo posse de plano de saúde: Análise da Pesquisa Nacional de Saúde”. O material foi realizado a partir de dados da PNS de 2019, do IBGE.

Os números do TD 86 mostram que a autoavaliação da saúde bucal (dentes e gengivas) entre aqueles beneficiários e não beneficiários de planos odontológicos é similar em todas as categorias. Confira:

tabela

 

A análise do IESS também considerou tópicos relevantes sobre o tema. Entre aqueles que responderam à PNS, a grande maioria não tem nenhuma dificuldade para alimentação por problemas nos dentes ou próteses (dentadura): 92,9% dos beneficiários e 86,7% dos não beneficiários. Ao questionar se o entrevistado já havia perdido algum dente, quase metade respondeu que sim, sendo a maior proporção entre os não beneficiários: 54,6% dos respondentes afirmaram ter perdido algum dente permanente da parte inferior, e 47,9% da parte superior.

E como você avalia sua saúde bucal? Para mais detalhes sobre o tema, acesse a íntegra da TD 86.

Este conteúdo foi útil?