Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Em 2021, 45% dos atendimentos odontológicos foram de ordem preventiva

Em 2021, 45% dos atendimentos odontológicos foram de ordem preventiva

Agosto 2022
Salvar aos favoritos Compartilhar

Dentre todas as ações odontológicas realizadas em 2021 (cerca de 174,2 milhões), quase metade dos procedimentos, 78 milhões (45%) foram em atendimentos preventivos, aponta o Panorama da Odontologia Suplementar (2019 a 2021), desenvolvido pelo IESS no “Julho Neon”, mês destinado a relembrar a população sobre os cuidados e prevenção com a higiene bucal.

Nesse último ano foram realizados total de 32 milhões de aplicações tópicas profissionais de flúor por hemi-arcada, 15 milhões de atividades educativas individuais e 541 mil selantes por elemento dentário em menores de 12 anos de idade.

As operadoras informaram à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que no ano passado foram gastos R$ 3,2 bilhões com assistência à saúde odontológica no País. O valor mencionado é 16% maior em relação ao ano de 2020. Dentre os procedimentos identificados, as ações preventivas também foram as que tiveram maior custo, totalizando R$ 490 milhões.

De acordo com a análise, em 2019, antes da pandemia, haviam sido realizados 183 milhões de procedimentos odontológicos. No ano seguinte, com cenário da pandemia da Covid-19, o volume se reduziu para 154 milhões (-16%). Já em 2021, houve alta de 13% em relação ao ano anterior (174 milhões), porém ainda manteve queda de 5% quando comparado com 2019.  

Vale lembrar que o “Julho Neon” foi tema de webinar realizado pelo IESS com a presença de especialistas (clique aqui para assistir na integra).

O estudo também ganhou espaço na mídia nacional e foi destaque em veículos importantes como a Folha de S.Paulo, Valor Econômico e CNN Brasil.   

Para acessar Panorama da Odontologia Suplementar (2019 a 2021), na íntegra, clique aqui

Este conteúdo foi útil?