Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Esta análise especial tem por objetivo realizar um breve levantamento dos principais impactos Pós-Covid-19 no mundo e os desafios após essa nova era. Os impactos, de acordo com a literatura recente, podem ser sentidos nos indivíduos que se recuperam da doença, assim, como no sistema e saúde. Veja a íntegra do estudo.

Estudo Especial

Panorama dos Idosos Beneficiários de Planos de Saúde no Brasil – 2002 a 2022

Julho 2022

Este estudo especial mostra o crescimento do número de ido­sos (com 60 anos ou mais) em planos de saúde de assistência médico­-hospitalar, registrando, em março de 2022, o recorde de 7 milhões de beneficiários. O número representa 14% do total de beneficiários da saúde suplementar e 22% da po­pulação brasileira idosa (taxa de cobertura).  

Estudo Especial Odontologia

Análise do Mapa Assistencial | Julho Neon e o Panorama da Odontologia Suplementar (2019 a 2021)

Julho 2022

Julho Neon | Este estudo especial apresenta um Panorama da Odontologia Suplementar no País e mostra que, entre 2019 e 2021, o número de beneficiários saltou de 25 para 28 milhões (+13%) e o total de procedimentos odontológicos caiu de 183 para 174 milhões (-5%).

Estudo Especial

Cenário da Hipertensão na Saúde Suplementar Brasileira

Maio 2022

O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) apresenta um estudo especial que descreve a quantidade de brasileiros que declararam ter diagnóstico médico de hipertensão e o impacto da pandemia de Covid-19 no número de procedimentos assistenciais. Essa identificação atualiza os gestores sobre o perfil epidemiológico da sua população e da agenda de atenção à saúde – que em breve pode ser incrementada com novos desafios, em virtude do aparecimento de novas variantes da Covid-19, do adiamento de procedimentos de saúde eletivos, preventivos e possíveis novos casos de pacientes com sequelas da Covid-19. Assim, pretende-se contribuir com o planejamento, monitoramento e conhecimento das estatísticas de saúde pública e suplementar disponíveis até o momento.

Autor: Bruno Minami
Superintendente executivo: José Cechin

Estudo Especial

Cartilha de Boas Práticas do Pré-Natal ao Parto

Abril 2022

O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) apresenta um manual simples para a fácil compreensão do público com o objetivo de descrever quais são os cuidados adequados durante a gestação e pós-parto, seguindo diretrizes da OMS, Ministério da Saúde e Agência Nacional de Saúde Suplementar durante a jornada da gestante. O pré-natal, se conduzido de forma correta, é a principal ferramenta para evitar riscos de complicações na gestação, doenças e más formações de feto. Para que isso ocorra é necessário seguir protocolos com as melhores práticas de assistência à saúde.

Autora: Natalia Lara

Superintendente executivo: José Cechin

Estudo Especial

Câncer e impactos da pandemia de Covid-19 no Brasil

Abril 2022

Dado a relevância do câncer para o país e os impactos causados pela pandemia de Covid-19, este estudo especial busca alertar sobre a queda do número de procedimentos assistenciais nos sistemas de saúde entre 2019 e 2020; descrever o perfil dos brasileiros que referiram diagnóstico médico de câncer no país em novembro de 2020, além de contribuir com o planejamento, monitoramento e conhecimento das estatísticas de saúde pública e suplementar disponíveis até o momento. Veja a íntegra da análise do IESS.

Estudo Especial

Análise da frequência de idas ao dentista segundo posse de plano de saúde no Estado de São Paulo

Março 2022

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019 foi o inquérito domiciliar de saúde mais amplo do território brasileiro. Com os microdados desta pesquisa, este estudo especial teve como objetivo descrever a frequência de idas ao dentista segundo posse de plano de saúde de assistência odontológica no Estado de São Paulo. Veja a íntegra da análise do IESS.

Autor: Bruno Minami

Superintendente executivo: José Cechin

Estudo Especial

Análise do Mapa Assistencial: panorama da odontologia suplementar no período da pandemia de Covid-19

Novembro 2021

Em 2020, os países do mundo inteiro enfrentaram o desafio de lidar com a pan­demia de uma doença infecciosa causada pelo vírus SARS-CoV-2, o coronavírus (ou Covid-19). Isso fez muitas pessoas adiarem idas aos dentistas, procedimentos eletivos e a priorizarem casos graves de urgência e emergência.

Mesmo assim, os planos privados de assistência à saúde contabilizaram 154 mi­lhões de procedimentos odontológicos em 2020. Em comparação com o ano ante­rior (período pré-pandemia), houve queda de 16%.

Análise mostra impactos da Covid-19 entre os beneficiários

Novembro 2021
Salvar aos favoritos Compartilhar

As consequências causadas pela pandemia de Covid-19 no sistema de saúde do Brasil ficaram evidentes ao longo dos últimos meses. Os beneficiários de planos médico-hospitalares também foram afetados pela doença devido a sua gravidade e fácil transmissão. Para analisar como o problema atingiu essa parcela da população, o IESS produziu o “Texto para Discussão n° 83 – Mapeamento da situação de saúde dos beneficiários de planos de assistência médica no Brasil: microdados da PNAD Covid-19 de novembro de 2020”.

Os dados mostram que, em novembro de 2020, 58 milhões de brasileiros (ou 27% da população) tinham um plano de saúde de assistência médica, seja particular, de empresa ou órgão público. Entre essa parcela da população, 317 mil afirmaram ter tido um ou mais sintomas de gripe que podia estar associado à Covid-19. O sinal mais frequente relatado pelos beneficiários foi “perda de cheiro ou sabor”, atingindo 256 mil indivíduos. Tosse, febre e dificuldade para respirar afetou 108 mil pessoas.

Desde o início da pandemia, as autoridades sanitárias alertaram que os grupos que corriam maior risco de evoluir para casos graves da doença eram idosos e pessoas com comorbidades. Em novembro de 2020, do total de beneficiários de planos de saúde, 10 milhões (17%) tinham mais de 60 anos e 15 milhões (26%) eram diagnosticados com alguma comorbidade. Os principais fatores de risco eram:

  • Hipertensão: 14,3%
  • Diabetes: 5,8%
  • Doenças respiratórias: 6,8%
  • Doenças do coração: 3,1%
  • Câncer: 1,6%

A análise do IESS averiguou também que a proporção de doenças crônicas e fatores de risco foram mais altas entre os beneficiários do que entre os não beneficiários de planos de saúde. Para ter acesso a todos os dados do TD 83, clique aqui.
 

Estudo Especial novembro azul câncer de próstata

Falando sobre: Novembro Azul e o câncer de próstata em beneficiários de planos privados de saúde

Outubro 2021

No Brasil, o mês de novembro foi instituído simbolicamente para a campanha do “Novembro Azul” a fim de tornar os homens mais conscientes, alertá-los dos cuidados que devem ter com a saúde e sensibilizar a sociedade sobre os sinais e sintomas do câncer de próstata.

Autor: Bruno Minami
Superintendente Executivo: José Cechin