Acompanhe o IESS nas redes sociais:
Indústria impulsiona contratação de planos em Goiás
19/07/2019

Já faz algum tempo, temos comentado que a recuperação do mercado de planos de saúde médico-hospitalares – que perdeu mais de 3 milhões de beneficiários desde 2014 – passa pelo reaquecimento da economia, especialmente pelo processo de criação de empregos em grandes centros urbanos nos setores de serviços e indústria, que tradicionalmente oferecem o benefício aos seus colaboradores.

análise especial da última edição da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB) demonstra que foi exatamente esse movimento que levou o Estado de Goiás a ter o maior avanço proporcional de vínculos com este tipo de plano entre maio deste ano e o mesmo mês do ano passado. De acordo com o boletim, o Estado registrou aumento de 4% no total de beneficiários, o que representa a entrada de 44 mil novos vínculos. Com a alta, o Estado passou a contar com 1,1 milhão de beneficiários de planos médico-hospitalares.

As novas contratações de planos estão diretamente relacionadas ao desempenho do mercado de trabalho formal no Estado, especialmente das indústrias de transformação que atuam na fabricação de coque, produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis e fabricação de produtos alimentícios. Esse setor de atividade econômica é o principal responsável pela contratação de planos coletivos, respondendo por 23% do total. Em seguida, aparece o segmento de Comércio e Reparação, responsável por 14,4% dos vínculos com planos coletivos.

De acordo com números do Caged, do total de 2,8 mil novos empregos formais registrados em Goiás nos 12 meses analisados, 1,7 mil se concentram no setor de Indústria de transformação. Apesar da diferença entre o total de novos beneficiários e o saldo de emprego, a geração de renda pelos empregos adicionais também pode estar influenciando a contratação de planos, já que este é um dos bens mais desejados pelos brasileiros. Afinal, este é um dos últimos bens que as famílias se desfazem em períodos de crise e um dos primeiros a serem readquiridos quando a situação melhora.

 

Quem são os maiores vencedores do Prêmio IESS?
18/07/2019

Já em sua 9° edição, o Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar premiou 45 trabalhos acadêmicos que têm ajudado a aperfeiçoar o setor. Mas quais foram as instituições de ensino em que mais trabalhos vencedores foram produzidos?

Antes de responder essa questão, vale lembrar que os trabalhos são enviados para a comissão avaliadora sem qualquer identificação de autor, orientador ou instituição de ensino. Com essa medida, garantimos a imparcialidade na avaliação, tornando o processo mais justo e equânime, assegurando que o foco dos avaliadores esteja apenas na qualidade acadêmica do trabalho submetido para avaliação.

Consideração feita, rufem os tambores! Vamos à lista das entidades mais premiadas pelo Prêmio IESS:

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é a primeira colocada disparada com 9 trabalhos vencedores. Mas, em prol da transparência – questão que sempre defendemos – valem algumas considerações sobre as posições da Fundação Getulio Vargas (FGV) e da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

Para chegar ao total de 8 trabalhos vencedores da FGV, e ficar com o segundo lugar no ranking, computamos os ganhadores da FGV-SP (6) e FGV-RJ (2). Algo similar acontece com a PUC. Sendo que o campus do Rio Grande do Sul tem 2 trabalhos laureados e os de Minas Gerais, Paraná e São Paulo têm um cada.

Ou seja, desagregando por Estado, o Ranking manteria a UFMG em primeiro lugar; em segundo, empatados, aparecem FGV-SP e USP, com seis trabalhos; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em quarto, com 3 vencedores; e, completando as cinco primeiras colocações estão a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP), a Faculdade De Direito Milton Campos (FDMC), a FGV-RJ, a PUC-RS, a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) empatadas com dois trabalhos laureados cada.

Gostou do resultado? Quer manter sua instituição no topo da lista? Ou acha que sua instituição poderia ter vencido mais prêmios? Consulte o regulamento, inscreva agora seu trabalho no IX Prêmio IESS e faça parte dessa história.

 

Diferenças regionais na realização de cesáreas
17/07/2019

No começo do mês, aqui no Blog comentamos a falta de conhecimento sobre cesáreas no Brasil. Um contrassenso em relação à quantidade de partos desse tipo realizados no País – 55% do total segundo a “Análise da assistência à saúde da mulher na saúde suplementar brasileira entre 2011 e 2017”, que divulgamos no final do ano passado.

Como tivemos diversos comentários, positivos e negativos, sobre a questão, decidimos explorar um pouco mais o assunto e trazer os números do estudo “Diferenças regionais brasileiras e fatores associados à prevalência de cesárea”, publicada na última edição do Boletim Científico.

O trabalho encontrou uma prevalência de cesárea um pouco menor, de 53%. A diferença é explicada pelo período analisado, de 1990 a 2013. No total, foram analisados os registros de 16,2 mil mulheres entre 18 e 49. O resultado aponta realidades contrastantes.

O parto natural é mais frequente no Norte (52,74%) e Nordeste (51,06%), mas apenas por uma pequena margem. Já nas demais regiões, a cesárea “abre uma vantagem” expressiva. No Sul, são 56,9% do total; no Sudeste, 59,3%; e, no Centro-Oeste, 61,5%.

Além disso, essa é a média encontrada para o período. Contudo, a prevalência de cesáreas cresceu ao longo dos anos, principalmente nas regiões Nordeste, em que avançou 2,2 vezes, e no Sul, onde cresceu 2,75 vezes.

Confira os demais resultados da pesquisa e outras publicações na 25° edição do Boletim Científico.

 

R$ 160 bilhões
16/07/2019

As despesas assistenciais das operadoras de planos de saúde (OPS) médico-hospitalares em 2018 somaram R$ 160,1 bilhões. O valor representa um aumento de 10,5% em relação às despesas para atender aos pacientes registradas no ano anterior, de acordo com a análise especial que fizemos do Mapa Assistencial da Saúde Suplementar, apresentada aqui no blog, na última sexta-feira (12/07).

Foram realizados 1,4 bilhão de procedimentos para atender aos beneficiários de planos médico-hospitalares em 2018, 5,4% a mais do que em 2017. O total de terapias foi o que mais avançou, saltando de 77,2 milhões em 2017 para 93,4 milhões em 2018. Alta de 21%. Além disso, foram realizados 274,4 milhões de consultas, 164,2 milhões de outros atendimentos ambulatoriais (por exemplo, consultas e sessões com nutricionista, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicólogo e outros procedimentos ambulatoriais), 861,5 milhões de exames e 8,1 milhões de internações.

Apesar de o volume de terapias ter sido o que mais cresceu na comparação anual, quando olhamos para os valores com as despesas assistenciais, o maior incremento aconteceu em outros atendimentos ambulatoriais. Em 2018, foram R$ 13,3 bilhões ante R$ 10,6 bilhões do ano anterior, alta de 24,9%. Já as despesas com terapias avançaram 23,1%, passando de R$ 10,4 bilhões para R$ 12,8 bilhões.

As internações são o tipo de procedimento responsável pela maior parcela das despesas assistenciais com beneficiários de planos médico-hospitalares. Foram R$ 68,2 bilhões investidos em 8,1 milhões de internações em 2018. No período de 2017 e 2018, houve crescimento na quantidade de internação, mesmo com a queda do número de beneficiários, e a tendência observada nestes dois anos é de que o movimento deve continuar a crescer, dado o rápido envelhecimento da sociedade brasileira, especialmente se não avançarmos em agendas de Promoção de Saúde, Prevenção de doenças, Coordenação do Cuidado e Atenção Primária à Saúde (APS).

Também vale notar que as despesas assistenciais das OPS com os beneficiários de planos médico-hospitalares complementam o total executado pelo Governo Federal com o Sistema Único de Saúde (SUS) ao longo de 2018. De acordo com o Portal da Transparência, mantido pela Controladoria Geral da União (CGU), o Governo Federal contava, em 2018, com um orçamento total de R$ 121,9 bilhões para a saúde como um todo e executou R$ 108,2 bilhões. Nesse mesmo ano, a saúde suplementar somou mais R$ 160,1 bilhões com as despesas assistenciais para atender cerca de 47,20 milhões de beneficiários de planos médico-hospitalares (isso sem contar despesas administrativas e tributos).

Todo esse investimento tem um importante fator social também para os não beneficiários da saúde suplementar. Uma vez que, ao atender um quarto da população brasileira, o sistema de saúde privado colabora para a saúde dos Brasileiros.

 

VEJA TAMBÉM
[Ver Todos]

CALENDÁRIO

dezembro / 2018
  • 12 Seminário Decisões na Saúde
outubro / 2018
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
setembro / 2018
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
agosto / 2018
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 15 Seminário Internacional - Qualidade Assistencial e Segurança do Paciente em Serviços de Saúde
julho / 2018
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
junho / 2018
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
maio / 2018
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
abril / 2018
  • 24 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
março / 2018
  • 23 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 PIB
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 23 Variáveis de ocupação - PNAD contínua
fevereiro / 2018
  • 23 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
janeiro / 2018
  • 10 Inflação (IPCA)
  • 25 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
dezembro / 2017
  • 08 Inflação (IPCA)
  • 22 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 PIB
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 07 Seminário Qualidade e Eficiência na Saúde
novembro / 2017
  • 10 Inflação (IPCA)
  • 28 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 17 Variáveis de ocupação - PNAD contínua
outubro / 2017
  • 25 Índice de Confiança do Consumidor
  • 26 Seminário IESS/HIS
maio / 2017
  • 31 Seminário: Incorporação de Tecnologias na Saúde Suplementar
março / 2017
  • 07 PIB
fevereiro / 2017
  • 23 Variáveis de ocupação - PNAD contínua
janeiro / 2017
  • 11 Inflação (IPCA)
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
dezembro / 2016
  • 09 Inflação (IPCA)
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 23 Índice de Confiança do Consumidor
  • 06 Celebração de 10 anos de IESS
novembro / 2016
  • 09 Inflação (IPCA)
  • 30 PIB
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 22 Variáveis de ocupação - PNAD contínua
  • 24 Índice de Confiança do Consumidor
outubro / 2016
  • 07 Inflação (IPCA)
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 26 Índice de Confiança do Consumidor
  • 26 Seminário Internacional "Indicadores de qualidade e segurança do paciente na prestação de serviços na saúde"
setembro / 2016
  • 09 Inflação (IPCA)
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 27 Índice de Confiança do Consumidor
  • 27 Seminário "Tecnologia na saúde Suplementar" no Hospital Innovation Show
agosto / 2016
  • 10 Inflação (IPCA)
  • 31 PIB
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 17 Variáveis de ocupação - PNAD contínua
  • 24 Índice de Confiança do Consumidor
  • 31 Seminário Internacional "Novos produtos para saúde suplementar"
julho / 2016
  • 08 Inflação (IPCA)
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 25 Índice de Confiança do Consumidor
junho / 2016
  • 08 Inflação (IPCA)
  • 01 PIB
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 27 Índice de Confiança do Consumidor
maio / 2016
  • 06 Inflação (IPCA)
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 19 Variáveis de ocupação - PNAD contínua
  • 24 Índice de Confiança do Consumidor
  • 06 A cadeia de saúde suplementar: avaliação de falhas de mercado e propostas de políticas
abril / 2016
  • 08 Inflação (IPCA)
  • 26 Índice de Confiança do Consumidor
  • 01 Taxa de juros - Selic
  • 01 Taxa de câmbio
  • 26 Índice de Confiança do Consumidor
março / 2016
  • 29 Índice de Confiança do Consumidor
  • 23 Rendimento Médio Real - PME
  • 27 Índice de Confiança do Consumidor
fevereiro / 2016
  • 22 Índice de Confiança do Consumidor
janeiro / 2016
  • 25 Índice de Confiança do Consumidor
novembro / 2015
  • 12 Cerimônia de premiação do V Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar
outubro / 2015
  • 20 Seminário Internacional "OPMEs: Análise setorial e adoção de boas práticas"
setembro / 2015
  • 03 Seminário "Efeitos da regulação sobre a saúde suplementar"
maio / 2015
  • 28 Seminário Internacional "Evolução dos custos na Saúde Suplementar"
novembro / 2014
  • 27 Seminário Internacional "A Sustentabilidade da Saúde Suplementar"
outubro / 2014
  • 29 Cerimônia de entrega do IV Prêmio IESS de Produção Científica
novembro / 2013
  • 07 III Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar
outubro / 2013
  • 15 III Seminário "Promoção de Saúde nas Empresas"
novembro / 2012
  • 27 Seminário Internacional “Projeções do custo do envelhecimento no Brasil”
outubro / 2012
  • 03 II Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar
  • 17 5° Aniversário do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar - IESS
outubro / 2011
  • 17 Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar

A saúde suplementar traduzida em dados de forma simples e prática

Infográficos didáticos explicam como funciona a saúde suplementar no país

VÍDEOS

Descubra o IESSdata

Cuidados paliativos e dignidade humana na era da máxima tecnologia na saúde

O papel do Núcleo de Apoio Técnico na tomada de decisões do Poder Judiciário em controvérsias do setor de saúde

PODCASTS

DOCUMENTOS

Sumário executivo da análise especial do mapa assistencial da saúde suplementar no Brasil - ano: 2018

Em 2018, os beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares...

Anais do VIII Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar

Pôsteres de trabalhos acadêmicos apresentados durante a cerimônia de entrega do...

A Telemedicina traz benefícios ao sistema de saúde?

José Cechin, superintendente executivo do IESS, apresentou os resultados do TD 74...
RECEBA NOTÍCIAS
Cadastre-se e receba, periodicamente, os estudos e números mais atualizados sobre saúde suplementar
Enviar